terça-feira, 27 de julho de 2010

Não há Tédio algum...

...e sim a maravilhosa Vida.

O que faremos amanhã quando acordarmos? Levantar da cama, tomar banho, escovar os dentes, tomar café... Enfim, o trivial. - O de sempre garçom, por favor. Sirva-me a mesma dose de ontem. Quer saber, anote ai: quero o mesmo para todos os outros dias da minha vida.
E assim sua vida segue. A mesma rotina, os mesmos passos, a mesma comida, os mesmos hábitos e costumes. "Ai senhor, como essa vida é-me cansativa. Quanto tédio." Então vem o Tempo e, na sua habitual discrição, diz a você: "Calma amigo... Hoje tu reclamas de mim. Amanhã quem sabe, tua hora chegará. Encontar-te-as com a Morte e então não vais precisar reclamar mais. Teu tédio acabará e esse fardo que tu chamas de vida, enfim encerrará."
[...]
O que você está fazendo com sua vida? Você sabe ao menos o significado dela? Nunca pensou nisso? Pois bem, deveria pensar. Um dia tudo vai acabar. Um dia seu coração vai parar de bater, seu cérebro vai parar de funcionar e tudo terminará como começou. No escuro mais infindável. Acabou. É um trem que jamais retorna à sua estação e nossa passagem já está comprada.
E então, o que você fez hoje? O mesmo de ontem? E gostou? Não? Nossa... Passou o dia sabia? Ele não volta. Esse segundo que você usou para respirar passou. Ele te ajudou tanto. Manteve você vivo. E você nem agradeceu... Quanta ingratidão.
A Vida é repleta de surpresas. Tira de nós algumas coisas, mas sempre repõe. Sempre mesmo. Em tudo que é ruim há algo bom. Devemos aproveitar cada instante desse presente magnífico que nós possuímos. Tantas crianças morrem cedo ou simplesmente não nascem. Mas nós nascemos e nós estamos aqui. Devemos fazer por onde e acrescentar algo útil à humanidade. Porém a grande descoberta que você pode fazer é saber quem você é e o que vai fazer com a sua vida. Sabe, é uma grande responsabilidade. É incrível. E é única.
E lembre-se: a vida não é como um relógio que fica tic-taqueando para sempre... A vida termina. Ela acaba e não volta.

Um comentário:

  1. Parabéns pelo profundo sentido filosófico de cada tema abordado.

    ResponderExcluir